Motoboy…

Motoboy de São José foi chamado para entrega de pizza em igreja, e saiu com gorjeta, orações e fé reforçada

Julia Carvalho@carvalho81 |

“Eu não acreditei, chorei muito. Eles me deram a bíblia, uma camiseta e perguntaram se eu aceitaria a Deus como meu salvador, e sem pensar duas vezes aceitei.”

O entregador Caíque Guilherme Santos, de 24 anos, que viralizou nas redes sociais nesta segunda-feira ao ter revelado por OVALE o caso em que recebeu gorjeta de R$ 600 após entrega em uma igreja, teve sua fé reforçada.

O motoboy trabalha entregando pizzas há oito meses, e, com a renda, sustenta sua família —  a esposa e seus dois filhos, Heloísa e Enzo, de um e três anos, respectivamente. Ele vive no Jardim Coqueiro, zona leste da cidade.

No sábado, ao ser chamado para uma entrega na Igreja Metodista Wesleyana, ele foi surpreendido. Viu os fieis depositarem gorjetas em seu capacete, e, além dos R$ 600, ganhou uma bíblia e muita oração.

“Quando cheguei, achei estranha a atitude do moço que me atendeu na igreja. Cheguei para entregar uma pizza e ele me disse que tinha uma missão. Fiquei desconfiado, mas fui. Quando cheguei no local notei um salão onde estava acontecendo um culto com mais de 100 pessoas. Me disseram que aquilo era um teste e eu fui o primeiro motoboy a aceitar” afirmou Caíque.

“A igreja que não serve a comunidade na segunda-feira, não deveria se reunir no domingo, porque o propósito da igreja é servir o povo. Quando eu vejo um motoboy, que muitas vezes eu nem sei o nome, eu preciso dar atenção para ele, porque quem serve é maior do que quem é servido”, afirmou o pastor Otto Lopes, que participou da ação.

SITE O VALE

https://www.ovale.com.br/_conteudo/nossa_regiao/2019/07/82050-motoboy–aceita-salvador—recebe-oracoes-e-ganha-r–600-de-fieis-em-sao-jose.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *